• Altcoins

    “Altcoin” é uma combinação de “alt” (alternativa) e “coin” (moeda, essencialmente, criptomoeda). Juntos, esses termos se referem a uma categoria de criptomoeda alternativa ao bitcoin. Muitas das altcoins são estruturadas sobre a mesma estrutura básica fornecida pelo bitcoin.

  • API

    Uma interface de programação de aplicativos (Application Programming Interface, API) é um elemento intermediário que permite que softwares interajam entre si. No contexto de negociação, uma API se refere geralmente à interface que permite a seu software conectar-se com uma corretora para obter dados de preço em tempo real ou inserir ordens de negociação.

    Uma API é destinada a desenvolvedores ou empresas que desejam criar aplicativos para se conectarem à Paxful.

    Interfaces de programação de aplicativos (Application Programming Interface, API) são uma forma de se conectar ainda mais à Paxful. Clique aqui para saber mais.

  • Autenticação de dois fatores ou 2FA

    A autenticação de dois fatores é uma camada extra de segurança que requer não só um nome de usuário e senha, mas também algo que somente o próprio usuário pode acessar, como mensagem SMS em seu celular ou código do Google Authenticator. Trata-se de um processo de segurança em que o usuário fornece dois fatores de autenticação diferentes para se verificar e reforçar a proteção de seus dados de acesso e dos recursos que ele pode acessar. Em caso de acesso não autorizado a uma conta de e-mail e se ela for usada para redefinir sua senha da Paxful, com a autenticação de dois fatores, fica mais fácil adicionar outra camada de segurança. Só você poderá acessar seus recursos e liberar negociações se tiver habilitada a autenticação de dois fatores para login, retirada e liberação.

  • Authy

    O Authy oferece uma API e um aplicativo robustos que ajudam você a proteger usuários e o futuro de seus negócios. A autenticação de dois fatores é uma forma bastante segura de proteger suas contas on-line. Ela funciona exigindo que você se identifique utilizando dois tipos diferentes de informação ao fazer login em um site.

  • Avaliação


    O sistema de avaliações e reputação da Paxful exibe basicamente uma pontuação no perfil público de um usuário. Cada usuário pode atribuir uma avaliação por negociação. Somente negociações concretizadas podem receber avaliação.

  • Baleias


    Um termo empregado no universo de criptomoedas para se referir a pessoas ou entidades que mantêm grandes quantidades de bitcoin.

  • BCC, BCH ou Bitcoin Cash

    BCC, BCH ou Bitcoin Cash é uma criptomoeda peer-to-peer. Ele é descentralizado, não possui nenhuma autoridade central e não requer terceiros confiáveis para operar. Ele foi criado em agosto de 2017 a partir de um fork do Bitcoin Classic. O Bitcoin Cash aumenta o tamanho dos blocos, permitindo o processamento de mais transações.

    No momento, a Paxful não é compatível com o blockchain do Bitcoin Cash. A Paxful não é compatível com forks e não processa nenhuma reversão.

  • BIP

    Um documento de projeto técnico que fornece informações à comunidade de bitcoin ou descreve um novo recurso para o bitcoin, seus processos ou ambiente que afete o protocolo de bitcoin.

  • Bitcoin

    Um tipo de moeda digital em que são empregadas técnicas de criptografia para regular a geração de unidades de moeda e verificar a transferência de recursos, operando de modo independente de um banco central.

  • BitGo

    A BitGo é uma plataforma de segurança de bitcoins e uma pioneira em tecnologia “multisig” (múltiplas assinaturas). A empresa oferece um serviço de carteira bitcoin com múltiplas assinaturas em que as chaves são divididas entre diversos titulares para gerenciar os riscos.

  • Bloco

    Um conjunto de transações de bitcoins ocorridas durante um período de tempo (geralmente, cerca de 10 minutos). Se o blockchain for pensado como um livro-razão, um bloco pode ser considerado uma página desse livro.

  • Bloqueio de moedas


    Bloqueio de moeda ou “coinlock”. Trata-se da prática de manter os bitcoins do vendedor em um depósito em garantia da negociação sem a intenção de fazer o pagamento e concluir a transação. É um caso comum de fraude de bitcoin.

  • Cadeia de blocos ou blockchain


    O blockchain de bitcoin é um registro público de todas as transações de bitcoins. Você também deve ouvir o termo utilizado como um “livro-razão público”. O blockchain exibe o registro de cada transação individual de bitcoin em ordem cronológica até a primeira realizada na história. O blockchain pode ser baixado integralmente e consultado abertamente por qualquer pessoa, ou você pode usar um explorador de blocos para consultar o blockchain on-line.

  • Cartão de cobrança

    Um cartão de cobrança (de crédito ou débito) é um cartão que fornece uma forma de pagamento que permite a seu titular realizar compras pagas pela instituição emissora do cartão, com a seu titular passa a ter uma dívida. O titular de cartão é obrigado e pagar completamente a dívida à emissora do cartão até o prazo de vencimento, geralmente mensal, ou estará sujeito a taxas por atraso ou restrições para usos adicionais do mesmo cartão. Os pagamentos feitos com cartões desse tipo se chamam cobranças.

  • Carteira


    Uma coleção de chaves privadas de bitcoin utilizadas para gastar bitcoin. Assim como o dinheiro em espécie que você tem em sua carteira física, uma carteira bitcoin é uma carteira digital na qual você pode guardar, enviar e receber bitcoin de modo seguro. Há diversas carteiras disponíveis, tanto na web como na forma de aplicativos móveis. De modo ideal, uma carteira bitcoin lhe dará acesso a suas chaves públicas e privadas. Isso significa que apenas você tem acesso legítimo para gastar esse bitcoin quando quiser.

    Você obtém uma carteira bitcoin gratuita na Paxful assim que cria uma conta em nossa plataforma. Suas chaves públicas e privadas são armazenadas em segurança pela Paxful, e o acesso à carteira é protegido com uma senha e um recurso de segurança com autenticação de dois fatores.

  • Carteira fria


    Uma carteira bitcoin em “armazenamento frio”, ou em um hardware não conectado à internet.

  • Carteira impressa


    Um tipo de carteira de “armazenamento frio” em que as chaves privadas são impressas em papel ou outro meio físico.

  • Carteira quente


    Uma carteira bitcoin que reside em um dispositivo conectado à internet. Uma carteira instalada em um computador ou smartphone é geralmente uma “carteira quente”.

  • Chave privada

    Uma sequência de letras e números que pode ser utilizada para gastar bitcoins associados a um endereço de bitcoin específico. Uma chave privada é uma sequência de dados que mostra que você tem acesso aos bitcoins guardados em uma carteira específica. Pense em uma chave privada como uma senha; chaves privadas nunca devem ser reveladas a ninguém além de seu proprietário, pois lhe permitem gastar os bitcoins de sua carteira bitcoin por meio de uma assinatura criptográfica.

  • Chave pública

    Uma sequência de letras e números derivada de uma chave privada. Uma chave privada permite que uma pessoa receba bitcoin.

  • Código aberto


    O software cujo código é disponibilizado publicamente e possui livre distribuição. O bitcoin é um projeto de código aberto e, sem dúvida, a primeira moeda de código aberto.

  • Código QR


    Uma representação digital de um endereço público de carteira de bitcoin que é de fácil leitura por câmeras digitais. Códigos QR são semelhantes aos códigos de barra encontrados em produtos físicos, sendo uma forma de incorporar dados compatível com máquinas.

  • Comprador

    Há um acordo interno na Paxful em que o comprador é uma parte que COMPRA bitcoins em uma negociação. Tecnicamente, depende do comprador cumprir atentamente os termos da oferta e as instruções fornecidas pelo vendedor; caso contrário, o comprador estaria em desvantagem se a negociação entrasse em disputa. Como comprador, seu trabalho termina quando você atende a todas as necessidades do vendedor. Você só precisa esperar que os bitcoins sejam liberados do depósito em garantia para sua carteira da Paxful.

  • Confirmação


    Uma transação de bitcoins não é considerada confirmada até que tenha sido incluída em um bloco no blockchain, momento em que recebe uma confirmação. Cada bloco adicional é outra confirmação. A BitGo requer três confirmações para considerar finalizada uma transação de bitcoins. Uma confirmação significa que a transação de bitcoins foi verificada pela rede em um processo conhecido como mineração. Depois de confirmada, uma transação não pode ser desfeita ou cobrada em duplicidade. As transações são incluídas em blocos.

  • Criptografia


    O uso de criptografia para codificar uma mensagem de modo que apenas o(s) destinatário(s) pretendido(s) possam decodificá-la. O bitcoin emprega criptografia para proteger carteiras de acesso não autorizado.

  • Criptografia


    No contexto do bitcoin, criptografia é o uso de matemática para proteger informações. A criptografia é utilizada em diversos locais para proporcionar segurança para a rede de bitcoins. A criptografia — que é essencialmente algoritmos matemáticos e ciência da computação utilizados para criptografar de descriptografar informações — é utilizada em endereços de bitcoin, funções hash e no blockchain. A criptografia é utilizada para criar e proteger carteiras, assinar transações e verificar o blockchain.

  • Criptomoeda


    Criptomoeda ou moeda digital.
    Um tipo de moeda que utiliza criptografia em lugar de um banco central para proporcionar segurança e verificar transações. O bitcoin foi a primeira criptomoeda desenvolvida.

  • Depósito em garantia

    Um sistema de depósito em garantia funciona com segurança ao manter os recursos em uma conta de depósito segura para proteger tanto o comprador como o vendedor. Isso significa que o dinheiro passa a ser controlado por uma terceira parte independente na negociação. Isso protege as transações ao manter o pagamento seguro até que todos os termos tenham sido atendidos. Utilizar um serviço de depósito em garantia de terceiros para lidar com pagamentos de bitcoins é uma boa ideia quando se realiza transações com uma parte não confiável. O depósito em garantia protege os vendedores de compradores fraudulentos ao exigir que os bitcoins sejam depositados com antecedência. O depósito em garantia também protege os compradores de vendedores que se recusam a lhes enviar as moedas depois de confirmado o pagamento.

  • Descentralizado


    Sem uma autoridade central ou parte controladora. O bitcoin é uma rede descentralizada, já que não é controlado por nenhuma empresa, governo ou pessoa. Ter uma rede de bitcoin descentralizada é um aspecto fundamental. A rede é “descentralizada”, o que significa que não possui nenhuma empresa centralizadora nem é regida por nenhum governo. O bitcoin é um protocolo peer-to-peer em que todos os usuários da rede trabalham e se comunicam diretamente entre si, em lugar de terem seus recursos administrados por intermediários como bancos ou empresas de cartão de crédito.

  • Dificuldade


    A dificuldade se relaciona diretamente com a mineração de bitcoins (consulte o termo “mineração”) e a dificuldade de verificar blocos na rede de bitcoins. O bitcoin ajusta a dificuldade de mineração para verificar blocos a cada 2016 blocos. A dificuldade é ajustada automaticamente para manter a verificação de blocos a cada 10 minutos.