Transação de bitcoin
Tutorials

Como funcionam as transações de bitcoin?

Como todos sabemos, o bitcoin (BTC) foi criado por Satoshi Nakamoto como um “sistema de dinheiro eletrônico peer-to-peer”. Hoje, essa tecnologia já tem mais de uma década, e muitas plataformas e canais de câmbio simplificaram o processo para nós lidando com os aspectos mais técnicos para que possamos simplesmente comprar e gastar nosso BTC. Mas você entende realmente o que acontece em uma transação de bitcoin?

Vamos ver como é isso.

O processo de cada transação

Cada transação é composta de três partes principais: uma entrada, um valor e uma saída.

Digamos que o Roberto está tentando enviar BTC ao Luiz. A entrada se refere ao endereço de bitcoin do remetente e um registro de onde estiveram essas moedas. Neste exemplo, é o endereço da carteira do Roberto e o registro das moedas dentro dela. O valor é quanto BTC o Roberto está tentando enviar. Finalmente, a saída é o endereço da carteira que recebe o BTC, ou seja, o endereço da carteira do Luiz.

Em poucas palavras, se o Roberto quer enviar BTC ao Luiz, ele precisa publicar essa intenção, e a rede então validará a transação. Primeiro, a rede valida que o Roberto possui BTC suficiente na carteira para enviar e, depois, verifica se ele já não o enviou a outra pessoa. Depois que a rede faz essa validação, a transação é agregada em um bloco com outras transações e anexada ao blockchain. Transações adicionadas ao blockchain se tornam invioláveis e irreversíveis, pois será preciso realizar novas transações nos blocos seguintes. 

Aprofundando

O detalhe sobre transações de bitcoin é que, ainda que o BTC seja enviado de e para carteiras bitcoin, essas “carteiras” não guardam nenhum BTC. Na verdade, elas guardam endereços de bitcoin, ou seja, os registros de todas as transações. Endereços de bitcoin são compostos de 34 letras e números, e também são conhecidos como chave pública. Trata-se do endereço que você compartilha com as pessoas quando quer receber BTC. Cada chave pública possui sua própria chave privada, um código de 64 letras e números que você usa para “assinar” transações.

Pense em sua chave pública como um endereço de e-mail, e em sua chave privada como sua senha. Não há nenhum problema em divulgar seu endereço de e-mail, pois só assim as pessoas podem lhe enviar mensagens, mas você não pode revelar sua senha, a não ser que queira que outros possam ler todos os seus e-mails (ou fazer coisa pior). Chaves públicas e privadas são basicamente a mesma coisa, mas em vez de e-mails, elas acessam seu BTC.

Voltemos ao exemplo de Roberto e Luiz. Depois que inserir todos os dados da transação (o valor e o endereço da carteira do Luiz), o Roberto insere sua chave privada no software de bitcoin para “assinar” a transação, o que dá sinal verde para enviar o dinheiro. Nesse momento, a transação entra na etapa de validação pela rede. A rede verificará se a assinatura (a chave privada) corresponde a sua respectiva chave pública. Se corresponder, os mineradores validarão a transação. Depois que o Roberto e o Luiz obtiverem três confirmações de sua transação, os dados serão adicionados no blockchain, e o Luiz poderá usar seu recém-adquirido BTC como quiser. Como recompensa por validar a negociação, os mineradores recebem BTC por bloco solucionado.

Com a tecnologia por trás do bitcoin, você pode pensar em seu endereço de bitcoin como um cofre transparente; todos podem ver o que está dentro do cofre, mas só você pode acessá-lo.

Quanto tempo demora uma transação de bitcoin?

A velocidade das transações de bitcoin varia em função de vários fatores. É importante lembrar que todas as transações precisam ser verificadas pelos mineradores no blockchain. Quando a fila fica muito longa, sua transação nem sempre é registrada no bloco atual. Em vez disso, ela é colocada em espera até que o próximo bloco seja montado.

Outro fator que gera demora nas confirmações é o tamanho dos blocos de bitcoin. Ainda que exista sempre a chance de crescer no futuro, o protocolo de bloco atual limita o tamanho dos blocos em 1 MB. Assim, cada bloco só pode ter uma quantidade determinada de transações. Isso pode atrasar um pouco a confirmação e, assim, gerar mais lentidão em toda a rede de bitcoin.

Em alguns casos, a velocidade de sua transação se relaciona com o processador de blockchain que você usa. A Paxful usa a BitGo, o serviço de processamento de blockchain mais seguro e bem-sucedido do mundo. Se você fizer uma transação externa a partir de sua carteira da Paxful para uma carteira que não use a BitGo, pode demorar mais (em comparação com uma transferência que use a BitGo). 

Transações internas x externas

A velocidade das transações varia segundo o tipo de transação feita.

Por exemplo, se você enviar BTC de uma carteira da Paxful para outra carteira da Paxful (transações internas), a transação é instantânea. Mas se enviar BTC de uma carteira da Paxful para uma carteira externa (ou vice-versa), você vai precisar esperar que a transação seja confirmada pela rede de bitcoin. Se tiver algum problema com transferências externas, você pode sempre consultar o status de transação de bitcoin e ver lá o que fazer.

Plataformas como a Paxful podem ajudar a comprar pequenas quantidades de bitcoin com transações internas fáceis e baratas.

Taxas de transações de bitcoin

Por seu serviço de verificar suas transações, os mineradores recebem taxas de transações de bitcoin. Essas taxas são calculadas de diferentes formas, dependendo da plataforma que você usar. 

Na Paxful, são cobradas taxas fixas sobre transações externas:

  • 0 a 9,99 USD = 0,0001 BTC
  • 10 a 19,99 USD = 0,0002 BTC
  • A partir de 20 USD = 0,0005 BTC

Essas taxas cobrem as taxas dos mineradores envolvidas nas transações de bitcoin e também a manutenção de nossa infraestrutura de carteira.

Já no caso de transações internas, é possível enviar BTC gratuitamente até cinco vezes por mês. Todas as transações realizadas após a quinta vez em um mesmo mês possuem uma taxa de 1,00 USD ou 1% (o que for maior). Se não tiver saldo suficiente em sua carteira para arcar com essa taxa, você não poderá enviar BTC.

Aos negócios!

Agora que você já entende melhor como funcionam as transações de bitcoin, já pode sair em busca de ótimos negócios. O que você está esperando? Há milhares de ofertas de vendedores confiáveis na Paxful! 

Iggi Vargas

All his life, Iggi has been interested in the arts—painting, music, film, writing, and now, cryptocurrency. He loves to connect with other people and figured, what better way to do so than through the magic of borderless cryptocurrency? He's been learning and writing about cryptocurrency for over two years now, with no plans of stopping soon.

More Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *