Differences Between Forex and Crypto Trading
Insights

Negociar criptomoedas é mais lucrativo que negociar forex?

Lucro e mais lucro, é isso que busca todo negociante, certo?

Na última década, os espaços de negociação à nossa volta vêm evoluindo muito. Há novos atores no jogo, como a negociação com criptomoedas, e há a velha e confiável negociação de forex.

O problema é que esses dois mercados são complicados e intimidam à sua própria maneira, o que dificulta escolher um caminho.

Qual a diferença entre eles? Em que eles se parecem? Qual é o mercado certo para você? Responderemos a essas perguntas neste artigo. Vamos direto ao assunto.

O que é a negociação de forex?

O mercado forex (abreviação em inglês para câmbio internacional) é o maior e com mais liquidez do mundo. Ele é uma plataforma global e descentralizada para que as pessoas negociem as moedas convencionais disponíveis no mundo.

Esse mercado é composto de bancos, empresas, investidores de varejo e instituições financeiras. Esses organismos trocam a cada dia um valor estimado de US$ 5,3 trilhões na esperança de lucrar.

O mercado forex surgiu no século 19 com a criação do padrão ouro (um sistema monetário em que a moeda fiduciária de um país é vinculada diretamente ao ouro) e ao estabelecimento do USD como a moeda de reserva do mundo.

Mas foi na década de 1970 que os investimentos institucionais e de varejo realmente começaram a crescer, criando o tipo de espaço de negociação que vemos hoje. Depois que a negociação pela internet entrou em cena na década de 1990, o espaço de negociação de forex se tornou muito mais acessível, permitindo que se desenvolvesse até tornar o que é atualmente.

Sabemos hoje que o forex como mercado pode se movimentar rapidamente e ser bastante volátil, o que atraiu negociantes nas últimas décadas, porque — como todos sabemos — é essa volatilidade que cria incríveis oportunidades de ganhar dinheiro.

A volatilidade do forex tem uma forte relação com o noticiário econômico e político. Como a negociação de forex é basicamente a negociação de várias moedas nacionais, a vitalidade da economia de um país e suas relações internacionais podem desempenhar papéis cruciais no valor de sua moeda. Para esses papéis essenciais, os negociantes de forex olham não só tabelas e gráficos, mas também relatórios de produto interno bruto (PIB), calendários econômicos e conflitos globais atuais.

O mercado forex funciona 24 horas por dia, cinco dias por semana, e opera principalmente com negociações descentralizadas de balcão (OTC).

O que é a negociação de criptomoedas?

Ao contrário do mercado forex, o mercado de criptomoedas ainda é jovem, tendo apenas 11 anos. Por definição, criptomoedas são ativos digitais e, portanto, seu mercado negocia exclusivamente ativos digitais.

O mercado de criptomoedas cresceu rapidamente na última década graças à ascensão de várias altcoins e do estabelecimento de muitas plataformas de troca e mercados de destaque.

Comparado com a média diária de US$ 5,3 trilhões do forex, o mercado de criptomoedas é menor, com um volume diário de aproximadamente US$ 100 bilhões. Pode ser menos, mas US$ 100 bilhões é muito dinheiro. A maior parte desse dinheiro é negociada por meio de trocas, ou câmbio. Ainda que exista também a negociação de criptomoedas OTC, o câmbio segue sendo a forma de maior destaque para negociar bitcoin e outras criptomoedas.

O mercado de câmbio de criptomoedas está sempre aberto, 24 horas por dia, 365 dias por ano. Mas as regulamentações de negociação para esse tipo de troca variam segundo como cada país percebe e entende as criptomoedas.

A volatilidade das criptomoedas é bastante conhecida, o que gera grandes oportunidades de investimento. Vários fatores afetam o preço de uma criptomoeda, como oferta e demanda, regulamentação e percepção da mídia, para mencionar apenas alguns deles.

Em comparação com negociantes de forex, os negociantes de criptomoedas buscam menos as manchetes. Em vez disso, eles prestam mais atenção em tabelas e gráficos, e empregam análises técnicas.

As características essenciais de cada mercado

Antes de nos aprofundarmos na comparação entre esses dois mercados, vejamos as características essenciais de cada um.

As características essenciais de cada mercado

Semelhanças

É fácil identificar as semelhanças entre os mercados. São três suas semelhanças principais:

Negociação de moedas

Um excelente ponto de partida é seu envolvimento com moedas, e não com outros bens tangíveis. Embora nem todos os ativos digitais sejam chamados de “moeda”, muitas criptomoedas parece emular o modelo.

A grande variedade de atores

Ambos os mercados contam com atores que vão de indivíduos a grandes e antigas instituições financeiras, todos com o objetivo de ganhar dinheiro com a volatilidade.

O envolvimento da tecnologia

A última conexão significativa que esses mercados possuem é a integração da tecnologia nas operações diárias, principalmente computadores e internet. Ainda que o forex já existisse muito antes da era da internet, o aspecto tecnológico foi o que causou sua explosão (positivamente falando), tornando-se agora o principal meio para executar essas negociações. Como as criptomoedas existem unicamente na forma digital, não há como negociá-las sem uma conexão à internet.

Diferenças

Apesar das três principais semelhanças mencionadas, os dois mercados ainda contam com diferenças fundamentais:

Negociação de câmbio x negociação OTC

A maior parte dos negociantes de forex utiliza a negociação OTC, ao passo que negociantes de criptomoedas empregam operações de câmbio.

Embora ofereçam liquidez global, negociações OTC precisam recorrer frequentemente a um corretor para serem realizadas. Os negociantes poderiam atuar diretamente no mercado, mas ele se tornou altamente regulado. Com isso, o uso de corretores simplifica as coisas para negociantes e investidores. A desvantagem é que o corretor fica com uma parte dos ganhos, em um percentual que depende de fatores como as instituições envolvidas, as condições atuais de mercado e a contraparte de negociação escolhida.

Por outro lado, negociar câmbio é o meio mais comum de compra no mercado de criptomoedas. As trocas de bitcoin tradicionais funcionarão com um intermediário e, portanto, também envolvem taxas. Mas essas taxas costumam ser menores, pois são fixas e se aplicam a todas as negociações. Isso simplifica o processo de negociação, já que não há nenhuma negociação na verdade; você apenas concorda com os termos de troca.

Recentemente, surgiu uma nova forma de negociar criptomoedas: a negociação “peer-to-peer” (P2P), ou diretamente entre as partes. Comparados com as plataformas tradicionais para a troca de bitcoin, os mercados de bitcoin P2P como a Paxful não atuam como intermediários. Em vez disso, as plataformas permitem que os compradores e vendedores realizem as negociações por conta própria com diversas opções de pagamento, o que possibilita a cobrança de taxas ainda menores.

Moedas globais ≠ criptomoedas

Como já mencionamos, as moedas globais se relacionam diretamente com fatores-chave de um país específico: a vitalidade de sua economia, como ele está se saindo em relação a outros países etc. Com isso, o valor de uma moeda global pode se vincular a aspectos específicos e ser regulado por governos e instituições financeiras. Portanto, verifique sempre as taxas de câmbio mais recentes ao negociar.

Criptomoedas são praticamente o oposto disso. Ainda que algumas possam estar atreladas a outros ativos, não é o caso da maioria delas. Em vez disso, fatores como sua utilidade e a especulação de investidores podem determinar seu valor. Isso significa que, em muitos casos, o valor de uma criptomoeda pode depender muito de sua capacidade de uso. Mas a concorrência nesse espaço é acirrada, com vários projetos tentando atingir o mesmo objetivo.

Qual é o melhor espaço de negociação para você?

Agora que já sabe um pouco mais sobre cada tipo de mercado, você pode finalmente escolher em qual negociar. A decisão final está nas suas mãos. Que ambiente de negociação é mais adequado para você?

O mercado forex pode oferecer mais estabilidade e liquidez em um espaço de negociação com décadas de existência, ao passo que o mercado de criptomoedas pode ser mais “selvagem” e apresentar mais riscos, além de oportunidades de recompensas maiores. Ambos podem ser boas formas de ganhar dinheiro, mas nenhum deles é necessariamente mais lucrativo que o outro. Tudo vai depender de como você realiza a sua negociação de forex ou negociação de criptomoedas.

Seja qual for a sua escolha (ou até mesmo se você escolher negociar nos dois), o mais importante é que você pesquise. Você deve saber que sempre haverá riscos nesses dois mercados, e o fundamental é reduzir esses riscos se informando.

Mantendo-se informado sobre o que está ao seu alcance, você pode tomar melhores decisões de negociação e se preparar possivelmente para o pior. No fim das contas, todos precisamos ganhar dinheiro e, como Warren Buffet disse uma vez:

“O investimento mais importante que você pode fazer é em você mesmo.”

Mantenha-se focado e informado, e siga um caminho. Boa sorte!

Isenção de responsabilidade: o conteúdo deste artigo possui fins unicamente informativos. As opiniões manifestadas neste artigo não devem ser consideradas conselhos financeiros, de investimentos ou de qualquer outra natureza, tampouco expressam a opinião da Paxful. 

Iggi Vargas

All his life, Iggi has been interested in the arts—painting, music, film, writing, and now, cryptocurrency. He loves to connect with other people and figured, what better way to do so than through the magic of borderless cryptocurrency? He's been learning and writing about cryptocurrency for over two years now, with no plans of stopping soon.

More Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *