Dotcom Bubble vs Bitcoin
Insights

Qual é a diferença entre o bitcoin e a bolha pontocom

Não resta a menor dúvida de que o bitcoin é hoje a criptomoeda mais conhecida do mundo. Por isso, o bitcoin tem merecido uma grande cobertura da imprensa — negativa e positiva — em seus 11 anos de existência.

Quem vê o bitcoin de forma negativa especula sobre quando será sua “morte inevitável”. Essas pessoas consideram a famosa criptomoeda uma bolha. Por outro lado, quem tem uma opinião positiva sobre o bitcoin se concentra em sua capacidade de sucesso no longo prazo.

Em um artigo anterior, abordamos como o bitcoin já superou a comparação com a febre das tulipas holandesas. Neste artigo, vamos ver as comparações dessa criptomoeda com outra bolha: a bolha pontocom.

Mas o que foi a bolha pontocom?

Comparável com a febre das tulipas holandesas, que teve sua ascensão e queda no século 17, a bolha pontocom estourou no início dos anos 2000.

Também conhecida como a bolha da internet, a bolha das pontocom foi um frenesi ocorrido no final da década de 1990, quando as ações de empresas de tecnologia tiveram uma rápida valorização no mercado. Durante esse rali de alta, os investidores correram para aplicar em empresas de internet esperando ganhar muito dinheiro.

Por que o valor das ações de empresas de tecnologia subiu tanto? Muitas das ações de sites recém-criados passaram a ser negociadas na NASDAQ, a bolsa de valores central para ativos de tecnologia. Como essas startups de novos sites começaram a levantar cada vez mais capital (mesmo que ainda não gerassem lucro), os investidores passaram a pensar que os ganhos com esses sites seriam inevitáveis. Por isso, o valor de muitas ações de internet menos lucrativas começou a subir muito no mercado. Quando os investidores perceberam que não tinha mais como ganhar dinheiro, a atitude mudou rapidamente da compra para a venda em pânico.

As razões por trás do estouro da bolha pontocom

Dois principais motivos causaram o estouro da bolha pontocom.

O primeiro deles é que as métricas usadas não consideravam o fluxo de caixa. Naquela época, muitos investidores analisavam vários aspectos de empresas individuais. No entanto, os analistas negligenciavam frequentemente como essas empresas gerariam receita.

O segundo motivo é que os analistas sobrevalorizaram as ações com muita frequência. Como estavam mais atentos a métricas desnecessárias, eles usavam fórmulas e multiplicadores elevados para avaliar empresas de internet. E como todos já sabemos, isso gerou valores irreais e exageradamente otimistas. Infelizmente, as advertências dos mais conservadores foram ignoradas pela badalação incontrolável do mercado.

Comparações com o bitcoin

Quando comparamos o bitcoin com a febre das tulipas holandesas, as diferenças eram mais óbvias. Aquele fenômeno teve a ver com flores e seu símbolo de status, enquanto o bitcoin é um sistema eletrônico de dinheiro peer-to-peer.

Mas isso não vale para a comparação feita neste artigo. A bolha das pontocom tem mais semelhanças com o bitcoin do que você possa imaginar. Primeiro, os dois casos envolvem investimentos em tecnologia. Segundo, as ações de empresas pontocom tinham naquela época tanta volatilidade quanto os preços atuais das criptomoedas. Finalmente, trata-se de duas novas tecnologias em seu momento e, na maioria das vezes, novas tecnologias costumam ser vistas como bolhas.

Mas os dois fenômenos também têm suas diferenças. O processo de avaliar esses ativos é totalmente diferente hoje. 2020 não é 2000. As regras do jogo mudaram muito, e os investidores aprenderam com a bolha pontocom.

Como o bitcoin (e as criptomoedas em geral) tem muito em comum com os ativos da era da bolha pontocom, muita gente vê os mesmos sinais de alerta, mas nós acreditamos que…

O bitcoin veio para ficar

Acreditamos que o bitcoin veio para ficar porque as pessoas valorizam o bitcoin, e não só no sentido financeiro, mas também porque essa criptomoeda já provou ter várias aplicações concretas.

O bitcoin se tornou um exemplo real de dinheiro que não pertence a um governo ou país específico, mas sim às pessoas do mundo inteiro. Ele permite que as pessoas participem de transações que, de outra forma, não teriam possibilidade. Ele lhes oferece meios novos e mais acessíveis para fazer pagamentos internacionais, enviar remessas e preservar patrimônio, para mencionar somente alguns de seus potenciais.

Muitos veem o bitcoin como uma bolha devido aos sinais de alerta semelhantes aos das ações da NASDAQ no final dos anos 1990 e início dos 2000, especialmente a volatilidade dos preços. Sim, os preços do bitcoin são voláteis, mas as aplicações reais anulam o preço como um todo.

Dito isso, a resposta para a pergunta “O bitcoin é uma bolha?” não pode ser simplesmente um “sim” ou “não” categórico. Há muitos fatores (inclusive o tempo) a considerar antes que qualquer um encontre uma resposta definitiva.

Estamos jogando hoje um jogo totalmente novo, mas isso não significa que nada possa ser aprendido com os jogadores e jogos do passado. Acreditamos que ativos digitais como o bitcoin (e também a tecnologia por trás deles) podem ser o futuro, mas seria um erro não considerar o que deu errado na era da bolha pontocom.

Iggi Vargas

All his life, Iggi has been interested in the arts—painting, music, film, writing, and now, cryptocurrency. He loves to connect with other people and figured, what better way to do so than through the magic of borderless cryptocurrency? He's been learning and writing about cryptocurrency for over two years now, with no plans of stopping soon.

More Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *