Você está pronto para ver suas transações processadas na velocidade de um relâmpago

Ótimas notícias: estamos trazendo a Lightning Network para a Paxful! Com a Lightning, desenvolvida na blockchain do bitcoin (BTC), você vai poder transferir BTC em segundos e pagando taxas muito menores. 

Ela vai funcionar perfeitamente na plataforma e se integrar à Carteira Paxful, e a experiência Lightning será essencialmente a mesma que a atual, só que mais rápida e barata, permitindo que você negocie e pague por produtos e serviços em muito menos tempo. 

Ray Youssef, CEO e cofundador da Paxful, e Elizabeth Stark, CEO e cofundadora da Lightning Labs, explicam o anúncio: 

Fale sobre a Lightning Labs… qual é sua meta, quais são as principais características da Lightning Network etc. 

Elizabeth: A meta da Lightning Labs é levar o bitcoin para bilhões de pessoas. Estamos desenvolvendo a tecnologia para tornar isso possível com transações instantâneas e em alto volume na Lightning Network. Construímos a infraestrutura, e desenvolvedores criam aplicativos que a levam até os usuários finais.

Por que hoje é tão fácil enviar uma foto para qualquer pessoa do mundo por qualquer aplicativo, mas tão difícil enviar dinheiro ou valor? A Lightning resolve isso ao possibilitar que as pessoas façam transações globais e incorporadas à internet. A Lightning é uma camada de software que opera sobre a blockchain do bitcoin, como uma Visa descentralizada para transações de bitcoin.

A Lightning possibilita essencialmente duas categorias de aplicações: possibilidades de uso que ainda não eram possíveis (como pagamentos nativos na internet) e acesso para quem antes não tinha (como o que estamos vendo hoje em mercados em desenvolvimento).

O levou você a buscar potencial da Lightning? Que recursos da Lightning Network são mais valiosos para os usuários da Paxful? 

Ray: Escala, escala e escala. A Lightning Network é a opção mais barata para micropagamentos com bitcoin, o que amplificará massivamente o trabalho da Paxful ao possibilitar que o bitcoin seja usado como meio de troca, além de um ativo especulativo. A Lightning é capaz de lidar com cinco a dez transações por segundo, mas tem o potencial de processar centenas de milhares de transações por segundo. Isso supre a demanda por transações de bitcoin e ainda reduz as taxas. Além do mais, a capacidade da Lightning de realizar micropagamentos é uma contribuição enorme para a adoção do bitcoin, e isso vai continuar levando a criptomoeda a ser usada como meio de troca. 

Por que a Lightning é importante para mercados em desenvolvimento? A ampliação do setor financeiro? 

Ray: Falando em mercados em desenvolvimento, em países como Nigéria e Quênia, estamos vendo pessoas usarem bitcoin para aplicações cotidianas como remessas e pagamentos. Veja o exemplo de Joseph Ebuka, um Peer da Paxful nigeriano que compra obras de arte com bitcoin. A maior parte de sua receita é em criptomoedas, e é mais prático para ele pagar por produtos e serviços com bitcoin. Mas para Ebuka e muitas outras pessoas, micropagamentos na rede do bitcoin podem envolver taxas muito elevadas. A Lightning acaba com esse problema. Na Paxful, as taxas de transação pela Lightning Network serão mais baratas, praticamente grátis em comparação com outras alternativas. Isso possui implicações globais, já que o bitcoin vem se tornando cada vez mais um forte concorrente financeiro para transações cotidianas. 

Elizabeth: Os mercados em desenvolvimento são essenciais para a meta de levar o bitcoin a bilhões de pessoas. Eles são o futuro e, em muitos casos, adotam tecnologias de maneira mais rápida que o mundo desenvolvido. Por exemplo, 32% dos nigerianos já adotaram o bitcoin de acordo com pesquisas, e 50% da população do país tem 18 anos de idade ou menos. Eles estão da dianteira mundial em termos do futuro do bitcoin.

O acesso a serviços financeiros também é algo importantíssimo. Na semana passada, El Salvador lançou sua lei de curso legal que torna o bitcoin uma moeda oficial no país. Apenas 20% a 30% das pessoas de El Salvador têm acesso a uma conta bancária, mas uma parcela muito maior tem acesso a um smartphone e pode usar bitcoin.

A Lightning também é fundamental para ajudar usuários a ganharem bitcoin, como temos visto com aplicativos como o Stak no Sudeste Asiático e na América Latina, e diversas novas empresas de jogos possibilitam que os jogadores ganhem dinheiro em campeonatos.

Finalmente, há muitas pessoas pelo mundo que vivem em um ambiente de inflação, controles de capitais e outros obstáculos financeiros. O bitcoin oferece um caminho para elas, e a Lightning torna a moeda mais escalável e acessível a todos. A solução permite que qualquer pessoa no mundo ganhe e gaste dinheiro sem medo de inflação, altas taxas de transferência internacional e outros problemas que desvalorizam seu patrimônio.

O que a Lightning soluciona? Como a Lightning Network aumenta a adoção das criptomoedas?

Ray: Para uma transação de US$ 10 na Paxful pela Lightning Network, a taxa — nesse caso, de US$ 0,10 — é mais de 97% menor que a taxa cobrada pela rede de bitcoin. Isso aumenta muito a capacidade de enviar pagamentos de bitcoin como você faz no Venmo e deixa a Paxful mais perto de ser uma ponte invisível para transações de bitcoin. E é aí que a adoção vai às alturas, quando a tecnologia subjacente melhora a experiência do usuário e a experiência com o produto se torna mais simples.

Elizabeth: Acreditamos profundamente em solucionar problemas reais para pessoas reais, e a possibilidade de realizar transações internacionais é uma grande solução. Hoje, as pessoas podem pagar até 10% ou mais com as soluções disponíveis. O bitcoin oferece uma alternativa e, pela Lightning, as transações podem ser instantâneas com taxas muito baixas.

Há também um efeito de rede que acompanha a adoção do bitcoin e da Lightning. Quanto mais pessoas usarem a tecnologia, mais útil ela será para outras usarem, e estamos vendo isso acontecer agora com o aumento da adoção em mercados em desenvolvimento.

Qual é o potencial para mudar a forma como o bitcoin é visto? 

Ray: Ele é um definidor de mercado. Em grande parte, o bitcoin é visto no mundo todo como um ativo especulativo. Precisamos mudar isso. Há lugar para a mentalidade HODL na comunidade de bitcoin, mas também precisamos incluir outras possibilidades de uso para a moeda, como remessas, preservação de patrimônio e pagamentos. A integração inicial da Paxful à Lightning Network promove um salto enorme no mercado. Estamos possibilitando a adoção do bitcoin em escala ao tornar micropagamentos uma realidade que vai beneficiar a todos: usuários, comerciantes, empresas, legisladores e economias. Isso também vai mostrar que o bitcoin é uma opção financeira barata e confiável para trocas. Algumas empresas podem estar relutantes, mas acreditamos que isso gera um efeito maior no mercado mais amplo, e não apenas hoje, mas no futuro. 

Elizabeth: Com a Lightning, os usuários nem mesmo vão saber que estão usando bitcoin e Lightning, assim como usuários da internet não sabem que estão usando TCP/IP. As pessoas vão poder enviar dinheiro de modo nativo e simples por qualquer aplicativo na internet de forma semelhante a como enviam fotos hoje. Os bitcoin pode ser o protocolo que sustente transações na internet, desde pagamentos internacionais e pagamentos integrados a aplicativos de chat até jogos e fonte de renda para artistas e criadores.

A Lightning pode tornar o bitcoin onipresente no modo como realizamos transações na internet. Na prática, a Lightning possibilita a internet do dinheiro. A grande maioria dos usuários pode nem saber que está usando; a tecnologia vai simplesmente funcionar.

Que oportunidades a rede pode abrir no futuro?

Ray: O bitcoin é o futuro das finanças, e o mercado precisa embarcar nisso. Em essência, o white paper do bitcoin falava em utilizar um sistema financeiro para as massas; não para os mais ricos, mas para pessoas comuns. As empresas precisam começar a possibilitar produtos e serviços que realizem esse sonho. Espero ver um mundo onde economias supram as necessidades financeiras das classes baixas e médias. Quero ver um mundo onde imigrantes nos Estados Unidos tenham uma opção acessível para enviar dinheiro ao exterior, onde sul-africanos convertam facilmente seu patrimônio em moeda digital durante épocas de inflação e empresas africanas possam pagar seus trabalhadores com bitcoin. A integração da Paxful à Lightning Network está permitindo um passo adiante rumo a essa missão, e não vamos desistir enquanto nosso sonho não for realizado. 

Elizabeth: Bilhões de pessoas não têm acesso a cartões de crédito hoje, e o bitcoin pela Lightning pode desempenhar um importante papel na ampliação do acesso a pagamentos digitais. Vamos ver ainda mais conectividade globalmente com acesso mais igualitário a um sistema monetário de uma forma muito parecida como a internet proporcionou mais acesso a informações e recursos educacionais. O bitcoin e a Lightning farão em 10 anos o que a internet fez para as informações: tornar o dinheiro algo mais acessível e democrático.